Seguir para o conteúdo.
Quinta-Feira, 21 de Agosto de 2014
Secções
Ferramentas Pessoais

Riscos Ergonómicos

Descrição de algumas tarefas cuja realização comporta riscos associados ao desrespeito pelos princípios ergonómicos e medidas que devem ser adoptadas para os eliminar ou evitar






Tarefas Perigosas

Os riscos ergonómicos estão presentes em todas as áreas da actividade agrícola e pecuária.

As situações onde estes riscos são mais evidentes e que podem necessitar de controlo são as seguintes:

  • Realização de tarefas em posição inclinada
  • Realização de tarefas torcendo o tronco
  • Levantar cargas com o tronco inclinado
  • Transporte de cargas pesadas com posturas incorrectas
  • Transporte de pesos excessivos (por exemplo, na movimentação de colmeias, transporte manual de sacos de fertilizantes, etc.)
  • Ajoelhar com frequência (colocar-se de cócoras)
  • Trabalhar com os braços acima do nível dos ombros

Imagem: Postura de trabalho incorrecta

  • Movimentação das mãos e pulsos repetidamente
  • Movimentação das mãos e pulsos em tarefas com exigências de destreza manual (ex: tarefas de poda com tesouras ou outros utensílios de corte)
  • Agarrar objectos com força excessiva (por exemplo, na manipulação de ferramentas de poda)
  • Trabalhar com posturas corporais muito estáticas, durante longos períodos de tempo

topo da página




Medidas de Prevenção

As medidas de prevenção baseiam-se, essencialmente, na aplicação e cumprimento de algumas regras de boas práticas e no respeito pelos princípios ergonómicos, nomeadamente na movimentação manual de cargas, na adopção de posturas de trabalho correctas e na redução dos esforços repetitivos.

 

Regras de Boas Práticas


  • Antes de iniciar o trabalho fazer exercícios de aquecimento durante cerca de 10 minutos
  • Estabelecer pausas no trabalho e aproveitar para alongar os músculos das costas, braços e pernas
  • Evitar trabalhar com os braços esticados. Aproximar o corpo da zona de trabalho.
  • Utilizar ferramentas adequadas ao trabalho a realizar e ergonomicamente adaptadas às características pessoais
 

Imagem: Utiização de uma ferramenta ergonomicamente adaptada à mão do trabalhador (notar que o cabo da ferramenta é maior que a largura da mão)

  • Manter as ferramentas em bom estado de conservação, principalmente as ferramentas de corte (manter as lâminas afiadas – evita esforços excessivos, por ex., no corte de arbustos e na poda)
  • Levantar correctamente as cargas, utilizando sempre que necessário, a ajuda de outra pessoa
  • Utilizar recipientes que possuam asas ou pegas para transportar as cargas
  • Utilizar carros de transporte manual para deslocar cargas elevadas
  • Proporcionar a rotatividade das tarefas, alternando tarefas com movimentos repetitivos com tarefas mais descansadas (ex.: alternar a poda com o transporte de objectos)
  • Nos trabalhos efectuados em pé dimensionar correctamente as mesas de trabalho de forma a permitir uma postura correcta da coluna e membros, colocar tapetes anti-fadiga ou cadeiras que permitam alternar a posição em pé e sentada
  • Evitar colocar e trabalhar com ferramentas acima do nível dos ombros. Ao guardar as ferramentas colocá-las sempre em locais facilmente acessíveis
  • Manter o local de trabalho arrumado e organizado, colocando os objectos de trabalho facilmente acessíveis
  • Respeitar as regras e princípios ergonómicos
 
topo da página

Criado por admin
Última modificação 2006-04-05 22:24

Autenticação

   
 
 

Câmara Municipal da Maia MaiaInova POS_Conhecimento FEDER