Seguir para o conteúdo.
Sábado, 2 de Agosto de 2014
Secções
Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Entrada » Higiene e Segurança no Trabalho » Sector de Actividade » Metalomecânica » Riscos e Medidas de Prevenção » Riscos Associados a Pequenas Fundições

Riscos Associados a Pequenas Fundições

Principais riscos e condições perigosas existentes nas fundições das indústrias metalomecânicas e respectivas medidas de prevenção







Riscos e Condições Perigosas

A actividade das fundições existentes nas indústrias metalomecânicas comporta riscos idênticos às industrias metalúrgicas.

Os principais riscos e condições perigosas presentes em pequenas fundições são apresentados de seguida.

Principais Riscos


Condições Perigosas

  • Exposição a contaminantes químicos Exposição ao ruído
  • Exposição a vibrações
  • Exposição a radiações não ionizantes (infravermelha)
  • Associados à iluminação
  • Riscos térmicos (temperaturas elevadas)
  • Risco de corte, esmagamento
  • Contacto com superfícies a temperaturas extremas
  • Explosão
  • Projecção de partículas
  • Riscos de choque ou impacto
  • Quedas (objectos ou pessoas), escorregamento
  • Riscos eléctricos
  • Desrespeito pelos princípios ergonómicos
  • Transporte em empilhador ou ponte rolante de materiais (instabilidade, condução perigosa, deficiente conservação do pavimento)
  • Execução de tarefas no alto forno ou na sua proximidade
  • Abastecimento e vazamento do forno
  • Enchimento dos moldes
  • Manuseio de peças a temperaturas elevadas
  • Presença no ar ambiente de produtos ou substâncias químicas nocivas, resultantes do processo, nomeadamente partículas metálicas, poeiras respiráveis, sílica, fumos metálicos, gases nocivos (CO, CO2), aerossóis de óleo mineral
  • Utilização matéria- prima húmida (ex.: sucata)
  • Utilização de ferramentas molhadas para trabalhar com metal fundido
  • Contacto com metal líquido
  • Manuseio de peças/substâncias a temperaturas elevadas
  • Existência de derrames no pavimento
  • Utilização de máquinas manuais (ex.: rebarbadoras)
  • Contacto com rebarbas ou arestas vivas
  • Ruído provocado pelas operações de rebarbagem, esmerilagem, limpeza por tambor, desmoldação mecânica
  • Iluminação insuficiente dos postos de trabalho
  • Contacto com partes activas
  • Posturas de trabalho incorrectas e forçadas
  • Movimentação manual de cargas


topo da página




Medidas de Prevenção

As medidas de prevenção apresentadas são de carácter geral e abordam as principais questões de segurança onde é necessário intervir em todas as fundições.

  • Optimizar a ventilação geral do local de trabalho (adequar o caudal de ar fresco às necessidades do local); em determinados casos pode-se recorrer também à instalação de ventilação localizada (zonas de grande produção de calor)
  • Disponibilizar pontos de água potável (bebedouros) nos locais onde a temperatura ambiente seja elevada
  • Instalar painéis térmicos entre os postos de trabalho e as fontes emissoras de calor (radiação infravermelha) (fornos, metal em fusão, etc.)
  • Instalar sistemas fechados para o transporte do metal líquido (sistemas de calhas fechadas e isoladas)
  • Estabelecer períodos de descanso em locais mais frescos para os trabalhadores expostos a ambientes quentes
  • Isolar e confinar as principais fontes de contaminantes químicos aéreos
  • Dotar os locais de trabalho onde haja a emissão de contaminantes químicos para o ambiente de trabalho (ex.: fusão, moldação, vazamento, macharia, operações de acabamento, etc.) de sistemas de aspiração e ventilação localizada e/ou geral (quando a fonte emissora assume proporções tais que a aspiração localizada não seja possível)
  • Dotar os espaços de trabalho onde exista a emissão de gases tóxicos e asfixianets (ex.: produção de monóxido de carbono e de dióxido de carbono durante a fusão) de monitores (detectores) com avisos sonoros para o caso de se atingirem concentrações perigosas
  • Promover a rotatividade dos trabalhadores (principalmente dos que executam tarefas em locais com ambientes quentes e expostos a níveis de ruído elevados)
  • Dotar os circuitos eléctricos de dispositivos de segurança (disjuntores de alta sensibilidade)
  • Prover uma correcta manutenção dos equipamentos eléctricos

  • Ligar todos os equipamentos e aparelhos eléctricos à terra

  • Respeitar as regras de segurança estabelecidas para a utilização segura de máquinas específicas
  • Separar, limpar e secar toda a sucata antes de esta ser utilizada como matéria-prima (antes de entrar em contacto com temperaturas elevadas)
  • Assegurar que todas as ferramentas utilizadas em metal líquido ou em processos de fusão se encontram limpas e secas
  • Isolar os equipamentos ou locais onde haja uma emissão de ruído elevada (através da instalação de painéis insonorizantes, encapsulamento dos equipamentos mais ruidosos ou disponibilização de cabinas insonorizadas para os trabalhadores)
  • Disponibilizar escadas e plataformas fixas com corrimão e guarda-corpos para aceder a zonas elevadas
  • Promover a ordem e limpeza dos locais de trabalho; as vias de circulação e os locais de trabalho devem manter-se livres de obstáculos e limpos (em casos de derrames, estes devem ser contidos e o local deve ser limpo de imediato)
  • Estabelecer percursos bem definidos e identificados para a movimentação mecânica de materiais
  • Assegurar que todo o material a transportar se encontra devidamente acondicionado e estável
  • Manter o pavimento das zonas de circulação em bom estado de conservação e sinalizar desníveis e zonas do pavimento que se encontrem danificadas
  • Estabelecer inspecções regulares às máquinas e equipamentos, nomeadamente pontes-rolantes, equipamentos a gás, etc.
  • Implementar programas de protecção ocular e auditiva
  • Prover a iluminação dos postos de trabalho adequada às exigências visuais das tarefas
  • Sinalizar os locais de trabalho
  • Restringir o acesso a locais de risco elevado apenas aos trabalhadores com formação específica
  • Formar os trabalhadores para um correcto manuseamento das cargas e adopção de posturas de trabalho adequadas
  • Formar e informar os trabalhadores acerca dos riscos a que estão expostos e sobre o métodos de trabalho seguros que devem adoptar
  • Disponibilizar EPI´s adequados às tarefas desempenhadas, nomeadamente:
  • Roupa de trabalho adequada (para trabalhos junto a fontes emissoras de calor, como por ex. fornos, usar fato completo que proporcione isolamento térmico e seja em material ignífugo)
  • Protecção auricular devidamente dimensionada (auriculares ou abafadores)
  • Protecção da face e dos olhos (para os trabalhadores dos fornos, vazamento, etc., ou seja, que possam estar expostos a situações de deslumbramento, as lentes dos óculos ou o material das viseiras devem ser de material adequado)

  • Luvas de protecção
  • Calçado de protecção (as botas devem possuir um sistema de desaperto rápido)
  • Capacetes de protecção (em locais onde haja riscos de queda de objectos)
  • Gorros ou capuz com protecção térmica e em material ignífugo (para os trabalhadores dos fornos e que desempenhem tarefas junto do metal em fusão)
  • Protecção respiratória (adequada às substâncias químicas presentes no ambiente de trabalho)


topo da página


Criado por anareis
Última modificação 2006-03-30 03:04

Autenticação

   
 
 

Câmara Municipal da Maia MaiaInova POS_Conhecimento FEDER